Suspensão das Atividades Escoteiras Presenciais

Escoteiros: os líderes do futuro

Uniselva participa do Desfile Cívico de 7 de Setembro

Bem-vindos ao Escotismo!

Uniselva conquista Grupo Padrão Ouro mais uma vez

Especialidade - Insígnia da Lusofonia – Lobinho

Objetivo

A Insígnia da Lusofonia visa promover o conhecimento, o estreitamento dos laços, bem como o intercâmbio entre escoteiros dos países que integram a Comunidade Escoteira Lusófona (CEL): Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

A Insígnia da Lusofonia oferece atividades específicas para o Ramo Lobinho, Ramo Escoteiro, Ramo Sênior e Ramo Pioneiro, conforme destacamos abaixo:

Ramo Lobinho: O que há cá, de lá.

Propiciar o conhecimento das diferenças e semelhanças entre os países que integram a CEL.

Ramo Escoteiro: Trazer o de lá para cá.

Propiciar o intercambio cultural com jovens de outro país lusófono.

Ramo Sênior: Entre Lá e Cá.

Propiciar a vivência da cultura de outro país da CEL.

Ramo Pioneiro: Conhecer de perto, viver uma viagem.

Organizar e executar uma viagem a outro país lusófono, tendo contato com a linguagem, e vivenciando seus aspectos culturais e geográficos.

Requisitos a serem cumpridos para conquista da Insígnia da Lusofonia

A insígnia oferece atividades que farão os jovens explorarem as seguintes dimensões: Escotismo, Cultura, Linguagem e Comunicação, e Geografia. Para conquistá-la o jovem deverá realizar a quantidade de atividades indicadas em cada dimensão.

Escotismo:

Realizar pelo menos duas das opções abaixo:

  • Descobrir quais distintivos o Lobinho poderia conquistar se fosse de outro país lusófono.
  • Fazer uma lista de termos escoteiros utilizados em outro país lusófono.
  • Conhecer o símbolo das Associações Escoteiras dos países lusófonos.

Cultura:

Realizar pelo menos três das opções abaixo:

  • Visitar exposições ou feiras culturais referentes a outros países lusófonos.
  • Degustar pelo menos uma refeição típica de outro país lusófono, conhecendo sua história e origem.
  • Ir a uma peça de teatro cujo roteiro seja de outro país lusófono e não esteja adaptado.
  • Assistir um espetáculo (circo, show musical etc) que seja originário de outro país lusófono.
  • Conhecer uma lenda ou conto de um outro país lusófono, e contá-la para sua Alcateia.

Linguagem e Comunicação:

Realizar pelo menos duas, dentre as opções abaixo:

  • Entrevistar alguém que tenha morado, ou esteja morando, em um país lusófono.
  • Ver um filme nacional ou animação de outro país Lusófono.
  • Enviar e receber uma correspondência, ou e-mail, contendo uma foto de sua Alcateia, para um lobinho de outro país Lusófono.

Geografia:

Realizar pelo menos duas das opções abaixo:

  • Pesquisar os temperos e especiarias típicos dos países lusófonos, também presentes no Brasil.
  • Pesquisar a fauna e flora típicos dos países lusófonos, também presentes no Brasil.
  • Pesquisar utensílios e invenções utilizadas no Brasil, criados em algum país lusófonos.
  • Indicar, no mapa mundi, onde estão localizados os países lusófonos e reconhecer suas respectivas bandeiras.

Concessão

Atendidas as exigências estabelecidas, a Diretoria da Unidade Escoteira Local, por proposta do Chefe de Seção, conferirá o direito de usar a Insígnia da Lusofonia, consoante as seguintes normas:

  • A Insígnia da Lusofonia pode ser conquistada a partir da Cerimônia de Integração;
  • A conquista da Insígnia da Lusofonia será assinalada pela outorga de um certificado próprio e do distintivo correspondente;
  • O distintivo da Insígnia da Lusofonia poderá ser usado no vestuário ou uniforme até ser substituído pelo mesmo distintivo nos ramos seguintes, ou até a saída do Ramo Pioneiro.